segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Paris - Dicas práticas (onde comer, dormir, e quanto se gasta por dia?)

Olá!
Pra quem não sabe, meu namorado voltou pro Brasil sexta passada. Fiquei tão triste com isso...mas fiquei porque quero aproveitar ainda mais um pouco a Irlanda, e meus pais pretendem me visitar em Maio, também. Até lá, é trabalhar, planejar umas viagens e COMPRASSSS! O que mais faço aqui é isso! Rsrsrsrs. É tudo lindo e de bom preço! Na última semana foi uma correria, porque além de malas e documentos, eu passei todos os dias indo com meu namorado nas lojas pra achar roupas pra ele. No fim ele renovou todo o guarda-roupas dele, comprou de tudo e saiu "fashion"! hahaha
Enfim, apesar da distância, estou ok: eu e meu namorido nos falamos quase diariamente pelo Skype, estou louca de saudades dele e da minha família e família dele, mas até voltar vou aproveitar bastante aqui pra tentar me arrepender menos heehehe.

Bom, o post de hoje é uma continuação do último, sobre Paris: as dicas práticas de visita a Paris (baseadas na minha experiência, claro): onde comer, onde dormir, quanto custa, etc.

Pois então, começarei por:

-Chegando de RyanAir pelo aeroporto de Beuvais: 
Se você não está vindo diretamente do Brasil, e sim de dentro da Europa (como num mochilão, por exemplo), e se você é gente como a gente (sem muita grana sobrando), você provavelmente vai vir de RyanAir, a cia aéra mais barata da Europa! Paguei 50 euros ida e volta de Dublin para Paris, saindo de manhã cedinho e voltando também cedinho de 3 dias depois. A RyanAir só para no aeroporto de Beuvais, que fica na cidade de Beuvais, ao lado de Paris. Você desce no aeroporto, faz a imigração (nesse aeroporto é praticamente inexistente, de tão tranquila) e sai na primeira porta que você ver (a mais à direita do aeroporto), aí indo à sua direita, verá guichês pra comprar o bilhete do ônibus que liga esse aeroporto a Paris. Esse ônibus custa 15 euros o trecho, ou 30 ida e volta, e tem com muita frequencia. Você compra, vai para o bus, coloca sua mala no porta-malas, senta e dorme até Paris, porque é 1h e 30 min, +-. É assim: simples, fácil e rápido (ok, nem tão rápido).

-O metrô de Paris:
Paris é uma cidade muito grande, você PRECISA andar de metrô ou ônibus (ou outro meio de locomoção) pra chegar nos lugares. Não é que nem Edimburgo, que é tudo pertinho. Então, a primeira vista parece super complicado, mas depois que você entende a lógica do metrô, sua vida se enche de flores felizes e dançantes! E você descobre que metrô é a oitava maravilha do mundo, porque você vai pra tudo que é lado, super rápido, seguro, confortável, sem atrasos e protegido de chuva, vendo e frio. Não é perfeito? Só de pensar em andar de ônibus no Brasil depois disso dá um desânimo...mas bom, se quiserem saber como funciona direitinho, vejam aqui.
Basicamente você olha em volta, onde tiver um simbolo de M gigante é uma entrada de metrô. Aí você entra, e logo na entrada diz o nome da estação que você está, e quais são as linhas que passam naquele ponto. Aí, ande sempre com um mapinha do metrô (fornecido no aerporto) na mão. Você vê acha sua atual estação no mapa e vê para onde vão as linhas que passam ali: se passarem onde você quer (tem os símbolos dos principais lugares no mapa), beleza, senão você vê qual linha vai até onde você quer, e até onde precisa ir com as linhas pra chegar nessa outra linha (e fazer a chamada BALDEAÇÃO). Endendeu? Sou bem ruinzinha como professora, mas é facilimo, vai por mim!
Como falei no post anterior, a estação que o ônibus de Beuvais pára se chama Porte Maillot, e dessa você tem que ver onde chegar (pegamos 2 linhas pra chegar no nosso hotel).

-Onde parar em Paris?
Pesquisei basicamente por 2 sites: o HostelBookers e o Booking.com. O primeiro é mais para hotéis baratos e albergues, reservamos nele para o hostel de Edimburgo, e o segundo é mais para hotéis. O Booking volta e meia faz promoções de alguns hotéis, e encontrei esse hotel nesse site, com 50% de desconto. Li os comentrários, vi as fotos, a localização, entrei no site do hotel, e resolvi arriscar: reservei esse hotel! No booking você paga o preço total da hospedagem antecipadamente, viu? No HostelBookers você paga online só 10%, e o resto no check-in. Apesar de ver comentarios meio ruins e pontuação "aceitavel", paguei os 84,00 euros por pessoa, por 3 dias de hospedagem. O link do hotel no booking é ESSE.
Então, chegamos lá e, olha, me orgulhei da escolha que fiz. O hotel era pequeno mas ótimo!!! Super bonitinho, aconchegante, decoradinho, limpinho, numa rua ótima no bairro de Montmartre, do lado do metrô! O quarto, lá no último andar, tinha uma vista ótima de Paris, tudo aconchegante, banheiro no quarto, cama confortável, lençóis limpos, uma beleza! E o melhor: tinha café da manhã incluso! UMA DELÍCIA!!! Croissants, polenguinho, queijos, cereais, café, sucos, iogurtes, e tudo mais delicioso! Gente, após um dia todo andando, foi a melhor coisa ter um quartinho e banheiro só nosso pra descansar DE VERDADE, nossa!
Recomendo muito esse hotel: dá pra ir andando para o Sacre Coeur e para o Moulin Rouge, e a estação mais próxima de trem é a Julles Joffrin, linha 12.








 
-O que comer em Paris?

Comida é algo meio complicado de falar, porque depende do gosto e do bolso de cada um. Mas vamos dizer que você queira economizar e ao mesmo tempo comer minimamente bem. Você não vai gastar o mínimo, mas também não vai gastar muito. Na minha experiência, gastei cerca de 25 euros por dia com comida, incluindo tudo, e comendo bem!
Para comer barato e bem, opte pelas "formules", que é um "kit" de entrada, prato principal e sobremesa por 1 preço ou "plat du jour", que é um prato do dia. Essas opções são bem em conta.
Se você olhar por aí, sempre verá restaurantes com uma placa com os preços e opções na frente.
Comemos nesse restaurante,"Au Carrefour", do lado do hotel, e o prato do dia custava 11 euros, incluindo 1 de 3 opçoes de entrada, 1 de 3 opçoes de prato principal, e várias sobremesas. As fotos das comida estão abaixo.







E assim tem por toda a cidade. Vamos combinar que 11 euros por tudo isso é ótimo né! Pedimos água, que é de graça hehehe.
Jantar geralmente é mais carinho, mas veja so: jantamos num restaurante na rua do Moulin Rouge, super chiquezinho, lindo. Pedimos escargot para entrada (pra experimentar o TAL do escargot né), e de prato principal um prato de salada, batatas em rodelas crocantes, queijo blue stilton (um tipo de gorgonzola), molho e presunto parma, por 13,00 euros. Mas juro, vinha um BALDE de comida, os dois comemos tranquilo com isso. E era uma DELÍCIA, totalmente diferente, e ótimo! No total, com um vinho que compramos, a conta para 2 deu 24,00 euros! Vejam as fotos abaixo pra comparar o tamanho (com o garfo do lado):


























E claro, comemos no McDonalds, que custava mais ou menos 6,50 uma refeição completa, mais pra quebrar o galho. E mesmo assim, o Mc de lá é mais saboroso.


Também um dos dias, passamos no super, compramos suco, queijos, pães e salames e comemos no quarto do hotel, e foi bom porque estávamos cansadérrimos pra ir procurar um restaurante. 

Bom, fora isso, tem os lanchinhos do dia-a-dia. Eu quis provar as coisas típicas de lá, e isso tornou tudo mais caro, pois esses lanches são caros. Em média, 5,00 euros cada um desses lanches. Mas faz parte da viagem né. Esses lanches são as comidinhas nas várias barraquinhas: vinho quente (um primo do nosso quentão - perfeito para o inverno frio deles), crepes (provei o de queijo e presunto e o de Nutella, que é ÓTIMO), waffles, churros (com Nutella), amêndoas tostadas, espetinhos, e raclettes, etc. Você escolhe!





 E, claro, os lanches no Mc também (que o de Paris tem ótimos macarons, pra concorrer com os da Ladurée).


 Olha os originais aí em cima!

-E quanto, afinal, se gasta por dia em Paris?


De acordo com a minha experiência, que não foi nem unha de fome e nem esbanjadora, percebi que fiz mais ou menos os seguintes gastos (valores em Euro)

-25,00 por dia em alimentação
-15,00 por dia em entradas
-7,00 por dia em transporte (é possível gastar menos, mas compramos o passe universal)
-28,00 por dia em hospedagem (considere a partir de 25,00, pois até albergue é caro)

Total: 75,00 por dia incluindo tudo.

MAS, leve em conta que entramos em TUDO que pudemos (e achamos que alguns não valeram a pena, conto no próximo post), comemos muita tranqueirinha na rua, e compramos um passe universal, sendo que só usamos metrô pra tudo! Da pra gastar menos, mas faça uma média de 70,00 por dia.

Bom, levando em consideração que 70,00 a 75,00 é o básico pra um dia bem aproveitado em Paris, e que essa é uma das cidades mais CARAS da Europa, você pode fazer uma base a partir desse valor a respeito de quanto trazer por dia para um mochilão na Europa.
Vai por mim, 70,00 por dia é um valor seguro!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
Bom, espero que tenham gostado desse post GIGANTE! Foi cansativo pra escrever, mas saiu! Ufa! kkkkk
Beijos e espero que aproveitem bem as dicas (se quiserem mais algo, perguntem). Ainda farei o post do roteiro.
Bye!!




segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

E Paris, como foi?

Oieee!
Meninas (e meninos, caso haja algum), desde meu post de ida pra Paris não postei mais nada, porque voltei 
e fiquei envolvida com o trabalho, Natal, Ano Novo, e etc. Mas voltei de Paris faz tempo, né...hahaha.
Então, vim aqui falar daquela cidade!


A primeira coisa que eu tenho que falar é: aaaaah Paris...aiaiai Paris! Simples assim!
Resumindo a cidade em uma frase é: não tem como não se apaixonar!

Farei posts mais turísticos sobre Paris, mas esse primeiro serve para dar as minhas impressões sobre a cidade...ainda mais comparando ela com os dois países que conheço: Irlanda e Brasil (e Escócia...claro).



Obs.: Já fui...foto atrasadaaaaa

Bom, a primeira coisa que tenho que dizer para quem vai pra lá: Paris é FRIO DEMAIS nessa época do ano (dia 22 de Dezembro). Pegamos 3 dias bem feios, sendo que 2 deles choveram e nos encharcamos com uma chuva geladíssima. O vento doía no osso! Nossa, e isso que Dublin já é frio, mas não achei tão frio quanto Paris. E tenho continuado acompanhando as previsões de tempo de Paris deste então e percebo que sempre está mais frio do que Dublin.
Então, se quiserem ir nessa época, levem bons casacos, botas, meias calças quentes, calças de lã, e luvas...de couro! Ah, não esqueçam as toquinhas de lã, faz uma boa diferença na temperatura corporal. Mas deixem pra comprar isso na Europa, se possível, é bem mais barato e de boa qualidade. Meu namorado comprou um sobretudo azul navy LINDO lá por 19,90 euros gente! É de graça!



Enfim, saímos as 3h da manhã de casa e pegamos um ônibus que leva de madrugada até o aeroporto, chamado AirCoach. Aí fizemos o check-in 2h antes do vôo (isso é necessário para quem não é europeu, aqui nos vôos internos da Europa) e ficamos esperando. O vôo saiu as 6h da manhã e chegou em Paris em 1h30min, só que como lá é 1h a mais do que em Dublin, chegamos as 8:30 da manhã. 





Assim que saímos do vôo no pequeno aeroporto de Beuvais, sentimos AQUELE friozão geladíssimo!
Era uma manhãzinha linda, com solzinho meio dourado, e tudo com uma nevezinha que tinha caído de madrugada, lindo! Apesar do frio, sentimos na hora um "ar" diferente de Dublin. Não sei como explicar, mas lá eles tem um ar mais "macio"...


Pegamos um ônibus de Beuvais até Paris, que custou 15 euros (cada trecho). Esse ônibus leva 1h e pouco pra chegar em Paris, e para perto de 1 (somente uma) estação de metrô de Paris: a estação Porte Maillot. Até aí tudo bem, eu tinha pesquisado tudo isso antes, estava ciente dos passos, e sabia que tinha que comprar o passe universal, mas CADÊ a porcaria desse passe na tela da maquina de tickets?? Ficamos eu e meu namorado, os dois batendo queixo de frio, com uma fila enorme atrás da gente querendo comprar tickets, e os dois jacús sem saber nada, e ninguém pra nos ajudar naquela estação. Er...primeira impressão de Paris meio desesperadora. Aí resolvemos comprar o ticket pra 1 só viagem e pegamos os 2 trens, como planejado, pra chegar no hotel. Aí chegando na estação do hotel, não achávamos o bendito em lugar nenhum...depois de caminhar uma meia hora achamos... estávamos no lado errado da rua...¬¬ duh!
O metrô e o hotel são duas coisas a parte que quero falar depois, mas os dois são ótimos. Fizemos check-in e a primeira coisa que fiz foi colocar todas as roupas que eu tinha uma em cima da outra pra passar menos frio....kkkkk. Fiquei com 1 meia calça fio 200, 1 calça legging, 1 meia de lã até acima do joelho e polainas. Aí meu humor melhorou!Enfim, fomos primeiro almoçar ali por perto do hotel e depois começar o nosso roteiro, do qual falarei em outro post.



O que eu percebi e gostei de Paris nesses 3 dias?
  • É possível gastar pouco, sim, especialmente em comida (falarei mais em outro post). Mas se você quer saborear Paris como deve ser feito, deve gastar mais.
  • Paris tem cheiro de perfume: não senti ninguem catinguento lá não, só cheiro de ótimos perfumes (franceses, é claro) em todo mundo que passa na rua.
  • Todo mundo se veste bem lá: é impressionante! Gente, só vi gente super estilosa, até mendigos usavam bons casacos, bons sapatos, tudo de boa qualidade, com combinações chiques.
  • Parisienses são clássicos com uma pontinha de moderno: fashionista endoidecida você acha em Dublin, mas não vi muitas pessoas fashionistas ousadas por lá, mais pessoas muito clássicas, e claro, com requinte.
  • As mulheres Parisienses são mais morenas do que loiras e os homens Parisienses são, sim, em geral, muito bonitos (mais do que as mulheres). As mulheres parisienses tem um estilo super...parisiense! Sabe aquele estilo que você vê e pensa: francesa!? então...
  • Os artistas de rua (ou de metrô) são OU bem talentosos OU criativos e meigos. Vi muitos mendigos que ficavam sentadinhos com seu cachorro (de raça, claro), protegendo do frio com cobertor, e eles ganham o dinheirinho deles por isso. E os músicos são ótimos, é uma pena que eu não tenha moedas pra dar pra cada um que eu via...
  • Na França (e na Europa em geral) você DEVE dar gorgeta! É extrema falta de educação não dar pelo menos uma moeda de 2 euros, afinal, eles fizeram um bom serviço para você. 
  • Falando nisso, tenha sempre moedas (de preferencia de 2 euros) nos bolsos: em Paris, além das gorgetas (ou TIPS, em inglês), e do trocadinho pros artistas, você encontra espalhadas pela cidade várias maquinas de medalhas-souvenirs com simbolos de cada ponto turístico. Custa 2 euros cada uma, e são lindas. Chamamos essas moedas de "easter eggs" (coisa de geek, vai).
  • As pessoas são sim, muito educadas, ou melhor, elas são "polite" (polidas, em Portugues, mas não é uma tradução ideal). Assim, pessoas barulhentas, escandalosas, eles torcem o nariz mesmo. Aí claro que você vai acha-los mal-educados. Os Parisienses me pareceram sempre pessoas discretas, e que se você for educado com eles eles vão ser super atenciosos. Mas não espere ajuda de graça, sem pedir.
  • Saiba falar em francês as frases mais importantes: tem naqueles guias de viagem. Saber falar "por favor", "você fala inglês?", "obrigada", "desculpe", "onde fica?", e algumas palavras como "saída", "entrada", "toaletes", "aqui", "direita" e "esquerda", fazem TODA a diferença. Eles percebem que você se esforça de alguma forma pra conseguir a ajuda deles, e gostam disso. O meu namorado deu uma estudada básica e nos viramos SUPER bem!
  • Falando nisso, saiba se virar em inglês, mas mesmo assim, a maioria das pessoa com quem falei não falavam inglês muito bom (a não ser nas grandes empresas, claro). O negócio é saber um pouco de inglês (básico, pra se comunicar, um pouco de francês, e o resto é ir na mímica. heheheh
  • Os Parisienses nitidamente tem orgulho de serem Franceses. E eu concordo! Se eu tivesse nascido Francesa teria esse orgulho também. Eles tem certa "superioridade" no modo de agir...discretíssimo, mas tem. Um momento eu olhando pra umas meninas no metrô, indo pra escola ou trabalho, comentei com meu namorado "se essas pessoas soubessem a sorte que tem por morarem aqui...", e ele respondeu "acho que elas sabem".
  • As pessoas lêem MUITO! No metrô, na rua, no banco, no Mc Donalds, em todo lugar vi muitas pessoas com seu livro ou jornal. 
  • A cidade, em vários pontos, tem música francesa ao ar livre!! GENTE! O que é isso!?! Me senti em um filme Parisiense, aquela cidade linda, pessoas elegantes, cheiro de perfume, música ao vivo francesa! Putz! Não tem como não mergulhar naquela sintonia toda!

  • Além de música ao vivo, a cidade tem espalhada (pelo menos agora no inverno) feirinhas de comidinhas na rua, carrossel, cheirinho de Nuttella, pintores, ringues de patinação no gelo e luzes, muitas luzes.
  • Paris é SUPER organizada e cuidada! O metrô é PERFEITO (lindo, confortável, pontual, rápido e fácil), há militares com metralhadoras por toda cidade, e policiais à paisana protegendo os turistas dos obviamente existentes aproveitadores.
  • Para cada cidade, um Mc Donalds: os daqui vendem macarons, frappés, sanduíches super diferentes, as batatas são gratinada e não fritas, e sempre vem um molhinho especial. Tipo...quase um restaurante normal (não-fastfood). E, claro! O McDonalds de lá tem uma área de estudos! 
  • Uma das coisas que eu mais gostei: a cidade é INTEIRA cultural! Você respira cultura por todos os lados! Imagina, lugares de centenas, milhares de anos de idade, que sustentam grandes obras, grandes artistas, e conservam e divulgam o trabalho dessas pessoas. Em todo lugar que você vai, você vai encontrar um lugar com história, um lugar interessante. Até os programas de tv são super interessantes, sempre com algo a acrescentar.


  • Falando em lugar interessante, Paris é cheia de bequinhos. Adoramos errar a parada do metrô e sair em uma rua nova, e ir explorando, entrando nas ruelinhas, tudo muito lindo!

  • Francês realmente é uma lingua charmosíssima! Gostosa de ouvir, quero aprender Francês agora.
  • As crianças, ao invés de ir na "chácara de não-sei-que" nos passeios de escola, vão para o LOUVRE!!!! Nem eu tenho a maturidade suficiente pra apreciar aquelas obras, eles aprendem desde piquititinho (MESMO!) sobre a cultura...como passeio da escola. Fuéin, fuéin, fuéin, fuéin, fuéin...Brasil! Me senti uma atrasada vendo isso!
  • Resumindo, Paris é inesquecível, linda por inteiro, mesmo num dia chuvoso e muito frio! Irei novamente em Maio desse ano (pretendo) e pegarei primavera, vamos ver como vai ser...



 Gente! Nos próximos posts falarei sobre o transporte, comida, hospedagem e o roteiro que fiz, porque esse já ficou MEGA comprido, néam! Heheh

Espero que tenham gostado!

Observação: gostei dos comentários, me senti querida por todas, e vi que tenho, sim, muitas leitoras, mas tímidas. hehehe. Bom, gente, continuarei postando então, principalmente coisas sobre as lojinhas e sobre aqui em Dublin...AMO!
Beijos e até mais!


Related Posts with Thumbnails

Search

Carregando...

Quem Sou Eu?

Receber atualizações do blog por e-mail:

Seguir com Bloglovin

Follow My Cherry World

Seguidores